Igor Santos
Publicado em:

ter 06 maio 2014

←Home

5 Django Apps que não vivo sem

Existem diversas apps para Django, e todas tem suas caracteristicas e são muito uteis. Abaixo uma lista de 5 apps que são indispensáveis para começar o desenvolvimento em Django, no django packages você vai encontrar uma infinidade de apps, podendo filtrar a sua busca por categorias :D

Bora para de balela e vamos ao que interessa,

1. South (Migrations)

O South, faz com que o Django suporte migrações de banco de dados de forma simples, estável e totalmente independente do backend de banco de dados utilizado, a partir da alteração dos models, você roda um comando e plin a "mágica" acontece, o base de dados está novamente igual aos seus modelos.

Essa app se tornou tão popular que na versão Django 1.7 passou a ser nativo do Django.

Para versão Django anterior 1.7, também é muito simples utilizar o South basta instala-lo, e adicionar no INSTALLED_APPS.

pip install south

Comandos utilizados:

./manage.py schemamigration app_name --initial  [cria a estrutura de migracao inicial]
./manage.py migration app_name          [realiza migracao na app especificada]
./manage.py migration --all         [realiza migracao em todas as apps instaladas]
./manage.py schemamigration app_name --auto [realiza migracao no modelo alterado]

2. django-nose + coverage (Test)

O django-nose é uma django app que utiliza o nose como TestRunner do Django, isso possibilita você adicionar qualquer plugin compatível com o Nose, além de outras muitas vantagens, que na verdade não conheço a fundo.

Um plugin do Nose que achei muito bacana é o coverage, ele informa a cobertura de testes em seu código, basicamente ele realiza uma analise linha a linha, e verifica se seus testes unitários passaram por essas linhas, e no final ele apresenta um relatório com a quantidade de código testado.

Testei ele até a versão Django 1.6 e funcionou muito bem, é muito simples de instalar e configurar.

pip install django-nose
pip install coverage

Configurando o settings do projeto.

INSTALLED_APPS = (
    # ...
    'django_nose',
)

# diz ao Django que o TestRunner sera o Nose
TEST_RUNNER = 'django_nose.NoseTestSuitRunner'

# alguns parametros que serao passados default ao nose
NOSE_ARGS = [
    '--with-coverage',
    '--cover-package=foo,bar', # informa os pacotes que ele que verifica a cobertura de tests
]

Dica: O recomendado é que essa configuração fique em um settings especifico para test, eu costumo separar meu settings em 4 arquivos diferentes, [common, prod, dev, test].

O coverage mostra a seguinte tabela:

Name               Stmts   Miss  Cover   Missing
------------------------------------------------
foo.models            30      5    85%   10-12, 16, 19
bar.models            10      1    90%   4
------------------------------------------------
TOTAL                 40      6    87%
  • Stmts: Linhas que precisam ser testadas.
  • Miss: Linhas que não foram testadas.
  • Cover: Quantidade de código coberto por testes em porcentagem.
  • Missing: Linhas que não foram testadas.

3. model_mommy (Mock)

model_mommy oferece um jeito fácil e inteligente de criar fixtures para Django, é muito simples, e tem o objetivo de facilitar a escrita de testes, fazendo com que você consiga criar um objeto com apenas uma linha de código.

Esse é um simples exemplo, com coisas mais comuns no seu dia,

from model_mommy import mommy

class MyCaseTest(TestCase):
    def setUp(self):
        # criar e persiste o User na database
        self.user = mommy.make('auth.User')
        # cria o User sem persistir
        self.user = mommy.prepare('auth.User')
        # cria o User, atribui um username e persiste
        self.user = mommy.make('auth.User', username=u'user.test')
        # cria e persiste uma lista de User
        self.list_users = mommy.make('auth.User', _quantity=3)

Note: não foi preciso importar o model User, pois o model_mommy faz isso pra você, mas tome cuidado, o model_mommy é case sensitive.

Dica: seguindo a mesma dica do django-nose, adicione o model_mock ao INSTALLED_APPS de uma settings especifica para testes, ou para desenvolvimento.

Essa é uma django app muito poderosa e possui diversas outras funcionalidades, vale a pena fazer uma visitinha no seu repositório.

4. Django Extensions (Extensions)

O django extensions possui uma lista considerável de funcionalidades, a ideia é juntar diversas funcionalidades que agilizam o desenvolvimento, e adicioná-los a lista de comandos do manage.py.

Mas quero falar de uma funcionalidade especifica que uso muito, é o shell_plus, que carrega automaticamente models das apps instaladas no meu projeto, no shell interativo do python, além disso você possui diversas configurações bacanas, como escolher tipos diferentes de shell python, como por exemplo ipython.

./manage.py shell_plus --use-ipython

5. Django Debug Toolbar (Debug)

O django debug toolbar, é um panel que exibe diversas informações sobre o request e response atual, o debug toolbar possui diversas configurações o que faz que seja possível configurá-lo até em produção, apenas para o administrador do projeto, como quase tudo em python simples, está tudo bem detalhado na documentação

Basta instalar com pip e adicionar o projeto no INSTALLED_APPS, e realizar uma configuração simples:

MIDDLEWARE_CLASSES = (
    # ...
    'debug_toolbar.middleware.DebugToolbarMiddleware',
    # ...
)

INSTALLED_APPS = (
    # ...
    # certifique de que a app staticfiles esta instalada
    'django.contrib.staticfiles',
    # ...
    # app necessario para Django 1.7+
    'debug_toolbar.apps.DebugToolbarConfig',
    # caso versao do django < 1.7, instale a app abaixo
    'debug_toolbar',
)

STATIC_URL = '/static/'

DEBUG_TOOLBAR_PATCH_SETTINGS = False

# se internal ips estiver vazio por default o ip e 127.0.0.1, essa
# variavel se faz necessaria para que seja apresentado o panel com
# as inforamacoes
INTERNAL_IPS = []

Configurando o views.py:

from django.conf import settings
from django.conf.urls import include, patterns, url

import debug_toolbar


if settings.DEBUG:
    urlpatterns += patterns(
        '',
        url(r'^__debug__/', include(debug_toolbar.urls)),
    )

O django-debug-toolbar possui muitas funcionalidades, e como dito antes, é bem fácil configurá-las, sinta-se a vontade para usar e abusar.

Topo
comments powered by Disqus